sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Temer se salva, por El País.

Votação da denúncia na Câmara
O presidente Temer, nesta quarta-feira
Dilma Rousseff foi destituída no ano passado da Presidência do Brasil com a desculpa de que seu Governo tinha maquiado as contas públicas. Mas no discurso dos dirigentes políticos que promoveram sua queda estava subjacente uma ideia mais poderosa: era preciso acabar com um Governo corrupto. Quase um ano e meio depois, esses argumentos soam como um pretexto
Só os militantes mais cegos podem negar que o Partido dos Trabalhadores de Lula e Rousseff se enlameou em uma monumental trama de corrupção. Sobre o envolvimento pessoal de Rousseff, porém, sempre houve sérias dúvidas. Bem ao contrário do atual presidente, Michel Temer, que teve a duvidosa honra de ser o primeiro chefe de Estado brasileiro denunciado por delitos penais. Uma denúncia apresentada pela própria Procuradoria-Geral da República depois de reunir sólidos indícios de que Temer montou um sistema para arrecadar subornos de grandes empresários

Nenhum comentário:

Postar um comentário